Você sabe o que é seguro de vida resgatável?

20 de setembro de 2017

Seguro

Ninguém duvida que ter um seguro de vida é uma coisa boa. Mas, a decisão de contratar um seguro de vida tradicional envolve planejamento. Com isso, há receio das pessoas quando pensam em uma emergência financeira e a impossibilidade de resgatar o dinheiro do seguro.

Como alternativa a esse problema, surge o seguro de vida resgatável! Você sabe do que se trata? Continue a leitura e confira!

Por que ter um seguro de vida?

A ideia de um seguro de vida é que você pague parcelas (chamadas de “prêmio”) por um tempo de sua vida. E em caso de sinistro, ou seja, caso aconteça alguma das situações previstas na apólice de seguro, esses valores pagos serão transferidos regularmente aos seus dependentes.

A intenção desse tipo de negócio é garantir o sustento de seus dependentes, caso alguma coisa aconteça a você. Nesse sentido, as principais causas cobertas são: morte natural, morte por acidente, invalidez permanente etc.

O que muda com o seguro de vida resgatável?

O seguro de vida resgatável surge como solução para o problema de haver situações nas quais a emergência ocorre enquanto você ainda está vivo. E, como o dinheiro está com a seguradora, não poderá ser usado. Você que estava tentando se prevenir de um problema, acaba com outro.

Com esse tipo de seguro, você continua segurado em casos de morte natural, por acidente ou invalidez. Mas, o dinheiro pago como prêmio poderá ser resgatado em outros momentos, além desses casos previstos.

A depender do contrato firmado com a seguradora, o cliente poderá fazer o resgate a partir de determinado período. Esse intervalo entre o momento em que você firmou o contrato até a ocasião em que se pode utilizar o resgate do seguro é chamado de carência.

Em geral, esse período é de 2 anos. E quanto maior for o tempo de contribuição, maior será o valor a ser resgatado.

Vantagens e Desvantagens

As vantagens do seguro de vida resgatável são várias. Já falamos sobre a reserva de emergência criada com o valor de resgate. Além disso, como o percentual de resgate é proporcional ao tempo de pagamento, a depender do contrato, o valor poderá ser integral. Assim, será possível resgatar toda a quantia paga à seguradora, caso não queria mais o seguro. Além desses fatores, os valores são corrigidos pela inflação.

Por outro lado, a desvantagem existente nessa modalidade é o fato de que pessoas que necessitam do seguro acabam sempre fazendo os resgates. Assim, não se consegue juntar um montante necessário para cumprir o objetivo principal: o conforto de seus dependentes em casos de acidente.

Um outro ponto a ser levado em consideração, é o fato de que se o dinheiro será constantemente resgatado, é melhor pensar nas possibilidades de uma aplicação financeira. A última opção pode se mostrar mais rentável, mesmo para constituição de reservas emergenciais de curto prazo.

Como conclusão, para proteger o que é mais importante para você, existem várias alternativas. O importante é conseguir definir o seu objetivo e traçar estratégias para alcançá-lo.

Gostou do assunto? Precisa de alguma ajuda? Então, deixe um comentário neste texto e compartilhe suas ideias!

bemsegurocomvc

A bemseguro.com.vc é o resultado do sonho de um grupo de executivos do mercado segurador. Desenvolvemos um ambiente cooperativo e meritocrático, privilegiando o cliente ao negócio. Para nós, o cliente deve ser perene e recorrente, gostamos de construir relações de longo prazo.


One comment on “Você sabe o que é seguro de vida resgatável?


Join the Discussion